Ações de combate à dengue são intensificadas nos bairros





Equipes concentram os trabalhos no bairro do Adalberto Roxo, a partir desta sexta (17)



As ações preventivas de combate ao Aedes Aegypti, o mosquito transmissor da dengue, estão sendo intensificadas pela Prefeitura nos bairros. Já foram confirmados 683 casos de dengue no município este ano, deixando autoridades e também a população em estado de alerta. 
Para evitar o aumento de casos, especialmente com a chegada do verão e do período mais chuvoso, a Prefeitura já iniciou as ações preventivas, incluindo os mutirões casa a casa.
Nesta sexta-feira (17), as equipes da Gerência do Controle de Vetores concentram os trabalhos no bairro do Adalberto Roxo, onde permanecerão até semana que vem, das 7 até as 13 horas.
Além disso, ações de bloqueio estão sendo realizados na Vila Xavier e no Parque Gramado.
O gerente do Controle de Vetores, Eduardo Urso, explica que os trabalhos intensificação de rotina acontecerá semanalmente.
“Ás vezes poderá variar por conta de alguma atividade planejada no bairro. Já em relação ao bloqueio em criadouros, a agenda vai depender dos casos que forem sendo notificados. A mesma coisa acontece com a nebulização, que é feita depois do bloqueio de criadouros”, explica ele.
As ações preventivas são importantes para garantir que os focos do mosquito da dengue sejam descobertos e eliminados.
Também é muito importante a colaboração da população, que deve cuidar de quintais e terrenos e nunca deixar água parada.

Colabore com o combate à dengue
- Fure ou coloque areia nos vasos de plantas até a borda;
- Não despeje lixo em valas, valetas, margens de córregos e riachos;
- Remova folhas e galhos das calhas;
- Mantenha latas e garrafas emborcadas para baixo;
- Faça furos nos pneus velhos ou cubra-os.
- Coloque água sanitária em ralos, principalmente em locais menos usados das casas.
- Mantenha caixa de água bem tampada.
- Coloque cloro em piscinas, mesmo nessa época sem uso.
- Troque a água constantemente e limpe pelo menos 1 vez por semana os bebedouros de animais.
- Não deixe material que possa juntar água jogado no quintal.
- Em caso de sintomas, procure a unidade de saúde mais próxima de sua casa.

Comentários