ACUSADO DE MATAR PROFESSOR É CONDENADO A MAIS DE 26 ANOS DE PRISÃO.

FOTO DO JULGAMENTO.

            O CRIME ACONTECEU NO DIA 17/11/2017

O julgamento do acusado Adail de Felipe Júnior, de 51 anos aconteceu nesta terça-feira (14), no Fórum de Araraquara.

Segundo informações, o julgamento iniciou por volta das 14:30 e encerrou às 20:30. O acusado tentou alegar legítima defesa, e também afirmou que já tinha uma 'rincha' com o professor. Mas felizmente o juiz determinou e julgou a prisão por 26 anos e 10 meses em regime fechado.







Jason Furst de 48 anos era professor no SENAI de Araraquara.


O professor Jason Furst, de 48 anos, foi assassinado a tiros por um vizinho na noite dessa sexta-feira (17), em frente de sua casa localizada na avenida Nassif Damus, no bairro Jardim Nova Época. O acusado foi preso logo em seguida.
Segundo o apurado, o professor já havia tido uma desavença com o vizinho há cerca de um ano e, desde então, ambos não mantinham um bom relacionamento. Na noite de sexta, o acusado Adail de Felipe Júnior, de 51 anos, teria apontado uma arma de fogo para o sobrinho da vítima que tentou intervir e acabou sendo alvejada várias vezes.
Adail fugiu em seguida em uma motocicleta, mas foi cercado por equipes da Polícia Militar e acabou sendo preso ainda com o revólver calibre 32, usado no crime.
Jason foi socorrido pela equipe da Unidade do Suporte Avançado do SAMU e encaminhado ao Hospital São Paulo, onde teve várias paradas cardiorrespiratórias e acabou falecendo. Ele era professor na Escola SENAI de Araraquara.
O acusado foi preso em flagrante e encaminhado para a Delegacia de Plantão. Ele deve responder por homicídio doloso. O revólver utilizado no crime foi apreendido.

Comentários