Campanha "Transformação Solidária" busca arrecadação de lacres e tampinhas




Iniciativa visa arrecadar tampinhas de garrafas PET e lacres de alumínio para serem revertidos em leite, fraldas geriátricas e cadeiras de rodas



Um simples lacre de latinha ou uma pequena tampa de garrafa PET que iriam parar no lixo podem fazer a diferença e melhorar a qualidade de vida de muita gente. É o que anuncia a mais nova campanha da Prefeitura, "Transformação Solidária", que será lançada neste sábado (11), às 10h, na sede do Banco de Cadeiras de Rodas do Rotary Club de Araraquara Carmo, localizado na Avenida Paulo da Silveira Ferraz, 485, na Vila Xavier.

Com o slogan “Quem abre o coração sela destinos”, a iniciativa visa arrecadar tampinhas de garrafas PET e lacres de alumínio para serem revertidos em leite, fraldas geriátricas e cadeiras de rodas em benefício da população.

A ação é uma parceria entre os Rotary Club de Araraquara, Carmo e Santa Angelina, Prefeitura, Fisa (Fundo das Instituições Sociais de Araraquara) e Câmara Municipal, por meio do mandato do vereador Rafael de Angeli (PSDB), com apoio da Gráfica São Judas Tadeu e Recicla Brasil. 

A campanha terá cartazes, folhetos, outdoor, peça de rádio e vídeo – todos veiculados sem custos para o Município –, a fim de estimular as doações, que poderão ser entregues nos postos de saúde ou na Secretaria Municipal da Educação.

“Muito mais do que incentivar a coleta seletiva, a campanha mostra que um pequeno gesto, como separar uma tampinha de garrafa PET ou o lacre de latinhas, pode fazer a diferença na vida de muitas pessoas que tanto precisam de apoio”, ressalta o vice-prefeito e secretário municipal do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto.

Os valores arrecadados com a venda das tampinhas de PET serão convertidos em fraldas geriátricas e leite para entidades sociais ligadas ao Fisa. Já o recurso arrecadado por meio dos lacres das latinhas de alumínio será utilizado na compra de cadeiras de rodas, que serão destinadas ao Banco de Cadeiras de Rodas do Rotary Club.

Comentários