Cenas fortes: Caçadores comemoram em vídeo a morte de duas onças-pardas



Um filhote e uma fêmea adulta de onças-pardas (Puma concolor) foram mortos por caçadores em Santa Catarina. Eles registraram a ação em dois vídeos.
A especie — também conhecida como suçuarana — é chamada na região Sul do Brasil de leão baio e está ameaçada de extinção.
Em uma das filmagens, o animal adulto é perseguido e morto a pauladas, tiros e com o auxílio de cachorros, enquanto os envolvidos na ação comemoram o feito. As cenas são fortes.
Na outra, um outro homem aparece segurando a cabeça de um animal já morto. “Ó rapaziada, o rapaizinho se bobeou comigo, deu assim, ó. É meu recado ‘proceis’: não se bobeiem comigo”, declara.
Após a divulgação do vídeo, agentes do Ibama, em conjunto com a Polícia Militardo Estado de Santa Catarina, identificaram os caçadores e os autuaram em 743.500 reais por maus-tratos e a morte dos animais.
Um deles é o ex-vereador do município catarinense de Agrolândia Lauri Narciso. Hoje, ele atua como servidor público da prefeitura.

Passado

Lauri é um dos políticos envolvidos no escândalo dos servidores públicos que foram passear em Foz do Iguaçu e fazer compras no Paraguai, em janeiro de 2006, usando dinheiro público. O município gastou, na época, o valor total de 11.741,44 reais com o desvio.
Todos, incluindo Lauri, foram condenados pela Justiça e obrigados a ressarcir o município. Eles também ficaram impedidos de exercer cargos políticos pelo período de oito anos.

(com Estadão Conteúdo)

Comentários