Elenco de ’13 Reasons Why’ pede aumento salarial milionário




Após duas temporadas, os atores da série 13 Reasons Why, da Netflix, estão pleiteando um aumento considerável dos seus salários. A disputa com a produtora pode fazer com que o início das filmagens da terceira temporada, marcado para a segunda-feira (13) seja adiado.
Segundo fontes ouvidas pelo site Deadline, as negociações avançaram no início da semana, mas ainda há uma disparidade entre o que os estúdios Anonymous Content e Paramount Television estão oferecendo e o pedido inicial dos oito atores que formam o núcleo principal da série.
Os empresários de Dylan Minnette, o intérprete de Clay Jansen, que será o protagonista solo a partir da próxima temporada, pedem um salário de 200.000 dólares (cerca de 755.000 reais) por episódio, o que daria 2,6 milhões de dólares (mais de 9 milhões de reais) por temporada — se os tradicionais 13 capítulos por temporada forem mantidos na próxima fase.
Brandon Flynn, Alisha Boe, Justin Prentice, Christian Navarro, Miles Heizer, Devin Druid e Ross Butler pedem 150.000 dólares (565.000 reais, aproximadamente) para cada capítulo, somando 1,9 milhão de dólares (cerca de 7 milhões de reais) por ator.
Se os pedidos forem atendidos pelas produtoras, será um aumento substancial em relação às duas primeiras temporadas da série, quando os atores recebiam entre 20.000 e 80.000 dólares (faixa de 75.000 a 300.000 reais) por episódio, de acordo com o site.

Fonte: VEJA

Comentários