Eletrobras estipula em R$ 3,1 bi valor mínimo para leilão de ativos





A diretoria executiva da Eletrobras aprovou os preços mínimos de venda de suas participações em Sociedades de Propósito Específico (SPEs) de geração eólica e linhas de transmissão. Os valores mínimos totalizam 3,1 bilhões de reais.
O leilão está previsto para 27 de setembro de 2018 na B3 da Bolsa de Valores São Paulo. Serão alienadas 71 participações societárias em SPEs, reunidas em 18 lotes.
O preço mínimo mais elevado é o da Santa Vitória do Palmar Holding, lote A, no valor de 635,6 milhões de reais. A Eletrobras tem 78% desse empreendimento, dedicado à geração eólica. De acordo com a estatal, os preços estão referenciados à data-base de 31 de dezembro de 2017 e incluem os custos de transação.
A SPE é uma sociedade empresarial, com as mesmas características do consórcio, que é formada para a execução de um determinado empreendimento, podendo inclusive ter seu prazo de existência determinado. Normalmente é utilizada para isolar o risco financeiro de uma atividade.
O capital social da SPE pode ser constituído pelos sócios com dinheiro, bens móveis e imóveis e, ainda, com direitos, desde que estes tenham valor econômico. Uma vez formado o capital, as contribuições dos sócios passam a compor o patrimônio da sociedade
A Eletrobras também anunciou ontem lucro líquido de 2,8 bilhões de reais no segundo trimestre deste ano.

FONTE: VEJA

Comentários