Endividada, empresa de cosmético Contém 1g entra em recuperação judicial




A empresa de cosméticos Contém 1g entrou em recuperação judicial nesta semana. O pedido foi deferido pela Comarca de São João da Boa Vista, interior de São Paulo, onde está sediada.
Fundada em 1984, a Contém 1g tem dívidas de 40 milhões de reais, a maior parte dela com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) – cerca de 10 milhões de reais e outros bancos.
O advogado da empresa, Otto Gübel, diz que a marca precisa reestruturar sua dívida para continuar operando no segmento de cosméticos. Além de distribuir seus produtos através de 94 franquias – entre lojas e quiosques-, a Contém 1g vende cosméticos em farmácias e também por meio de uma rede de marketing multinível – quando vendedoras recrutam outras vendedoras.
Segundo ele, a Contém 1g fechou 2017 com um faturamento de 114 milhões de reais. “O problema não foi a queda nas vendas, mas a redução de margem de lucro da companhia. A empresa fez mais negócio do que tinha capacidade para administrar. Se não tem uma estrutura forte, acaba se endividando de forma desordenada para arrumar capital de giro.”
O advogado afirma que os cerca de 100 funcionários diretos não serão demitidos, pois o objetivo da empresa é continuar operando e atendendo sua rede de franqueados.

Fonte: Veja

Comentários