José Mayer fala sobre doença autoimune: ‘Tudo o que quero é descansar’




De volta para casa, depois de um mês internado para tratar uma doença autoimune, a Granulomatose de Wegener, o ator José Mayer falou a VEJA. Disse que, agora, o seu foco é no repouso. “Tudo o que quero, tudo de que preciso, é descansar”, afirmou o ator, que não tem data para voltar à televisão.
Mayer está afastado das novelas desde 2017, quando, ao final de A Lei do Amor, folhetim das 9 do qual era um dos protagonistas, foi denunciado por assédio sexual por uma figurinista da Globo, Su Tonani. A princípio, o ator negou, mas depois admitiu o assédio, pediu desculpas e responsabilizou a cultura de sua geração.

A doença

De causa desconhecida, a granulomatose com poliangeíte (também chamada Granulomatose de Wegener) é uma doença rara que causa inflamação dos vasos sanguíneos do nariz, seios da face, garganta, pulmões e rins.
Os primeiros sintomas podem ser hemorragias pelo nariz, congestão nasal, sinusite, rouquidão, dor de ouvido, vermelhidão nos olhos e dores, chiado e tosse. A doença pode ocorrer em qualquer idade, mas, na maioria das vezes, afeta pessoas entre 40 e 65 anos. Sem tratamento, a doença pode ser fatal.  Isso porque a condição diminui o fluxo sanguíneo entre os órgãos, podendo provocar áreas de inflamação e, consequentemente, afetar o funcionamento.
O diagnóstico precoce e o tratamento podem levar a uma recuperação completa. Geralmente, são utilizados medicamentos que suprimem o sistema imunológico. Outras complicações incluem perda de audição, cicatrizes na pele, doença cardíaca, danos nos rins e trombose.

Fonte: Veja

Comentários