Marido é suspeito de matar mulher grávida




Andreia Araujo, 28 anos, grávida de três meses, foi encontrada morta enrolada dentro de um cobertor em um carro em Jaraguá do Sul, cidade a 187 quilômetros de Florianópolis, em Santa Catarina. A polícia trata o caso como feminicídio e o marido é o principal suspeito.

Feminicídio em Santa Catarina

O marido dela, Marcelo Kroin, 39 anos, é o principal suspeito de ter cometido o crime. Ele tem antecedentes criminais por violência doméstica.
Os dois teriam ido até uma festa na noite de sábado (5) e ele voltou sozinho. Ao chegar, por volta das 3 horas, Andreia e Marcelo teriam discutido e, segundo a versão do marido contada à polícia, Andreia teria tentado agredir o companheiro com uma faca.
Na briga, Marcelo acertou um soco e Andreia teria desmaiado ao bater a cabeça no chão. De acordo com a polícia, Marcelo teria dirigido com o corpo dentro do carro até Canoinhas e retornado para casa.
Os policiais chegaram até o corpo da vítima após uma denúncia anônimaEle foi preso e alegou legítima defesa, mas deve ser indiciado por feminicídio.
O corpo de Andreia Araujo será sepultado nesta segunda-feira (6) em Guaramirim, no interiro do estado.
Casal trocava elogios pelas redes sociais (Reprodução)

Assista à reportagem da RICTV Santa Catarina:

Veja os detalhes do caso que é tratado como feminicídio pela Polícia Civil.


Fonte:R7

Comentários