Prefeitura aterra erosão no Indaiá





Pasta de Obras contabilizou três mil viagens de caminhões de terra

Após nove meses de execuções, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos avança para a reta final o aterro em erosão em área de preservação permanente no trecho final da Avenida Luiz Sotratti e proximidades da Avenida Manoel de Abreu, no Jardim Indaiá, região nordeste de Araraquara.

Na primeira etapa da obra, a equipe da Prefeitura instalou a nova rede de galerias de águas pluviais e acessórios e construiu equipamento de dissipação de energia. Em seguida, o aterro foi gradativamente executado para restaurar o terreno. A erosão atingiu 12 metros de profundidade, aproximadamente 20 metros de largura e 180 metros de extensão.

Nessa quinta-feira (16), a pasta de Obras contabilizou três mil viagens de caminhões de terra (de 10m³ cada), realizadas pelos motoristas do Centralizado.

“É um grande desafio que o prefeito Edinho enfrentou no retorno à Prefeitura. A área agora está controlada e já aterramos mais de 70 % por cento na restauração do local atingido. Também contribuímos para evitar o assoreamento dos córregos Serralhal e Tanquinho e, em sequência, na Represa das Cruzes”, observa o secretário de Obras e Serviços Públicos, João Luís Bernal. A previsão de entrega da obra é para o final de dezembro.

Comentários