Prefeitura se antecipa e planeja ações de combate ao mosquito da dengue





Sala de Situação da Saúde se reuniu nesta quarta-feira (15) e abordou medidas para evitar uma epidemia da doença durante a temporada de chuvas, no verão


A Sala de Situação da Saúde da Prefeitura se reuniu nesta quarta-feira (15) e já antecipou o planejamento de ações para o combate ao mosquito da dengue (aedes aegypti) e para evitar uma epidemia de dengue durante o período de chuvas, a partir do final do ano — quando o mosquito tem maior facilidade de se reproduzir.

Entre as ações elencadas como prioritárias e que vão nortear esse trabalho, estão a realização de visitas nas casas das áreas mais críticas da cidade, a intensificação de campanhas educativas, a aplicação de multas a donos de terrenos sem os cuidados devidos, limpeza de bueiros, entre outras medidas.

Segundo os dados da Coordenadoria das Vigilâncias em Saúde, o pior ano registrado recentemente foi em 2015, quando a cidade enfrentou uma grande epidemia (8.242 casos). Neste ano, são 685 casos de dengue confirmados, com 32 internações e nenhuma morte registrada.

E um fato merece atenção: o vírus tipo 2 da dengue está circulando na cidade. Esse vírus não é mais grave que o tipo 1, mas a pessoa que já contraiu o tipo 1 da dengue pode voltar a pegar o tipo 2, mesmo estando imune ao tipo 1.

“A Prefeitura tem que se anteceder e desencadear as ações para que a gente não venha a ter complicações da dengue. A gente tem consciência de que já está circulando o vírus tipo 2 e que a população de Araraquara é suscetível. Então, nós temos que nos articular em todos os setores. Saúde, Educação, limpeza pública, Daae, Câmara Municipal, para podermos tirar uma série de ações a serem desenvolvidas para que a gente não tenha uma epidemia de dengue em 2019”, afirma a secretária de Saúde, Eliana Honain.

Ainda participaram da reunião o vereador Gerson da Farmácia (MDB); o chefe de gabinete, Alan Silva; o secretário de Gestão e Finanças, Donizete Simioni; a coordenadora das Vigilâncias em Saúde, Joice Nogueira; além de outros servidores de várias secretarias e do Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos).


Comentários