Rafael de Angeli e secretária da Saúde discutem demandas do Município




Pauta de reunião abrangeu de casos específicos a demandas de instituições da cidade

O vereador Rafael de Angeli (PSDB) esteve na Secretaria da Saúde na semana passada para discutir questões levadas por munícipes ao seu gabinete com a titular da pasta, Eliana Honain. “É importante acompanhar de perto as demandas para podermos dar respostas às pessoas e entidades que nos procuram”, justifica o parlamentar.
Um dos pontos discutidos na reunião tratou do Centro de Referência do Idoso de Araraquara (Cria). Angeli visitou o local na mesma semana, com o Vereador Roger Mendes (Progressistas), e ouviu algumas solicitações da gestora, Oriomar Sampaio Carmagnani, a Teka. Entre elas, estava a necessidade de contratar mais fisioterapeutas e um gerontólogo, além da possibilidade de alterar o horário da auxiliar de limpeza da instituição, passando para o período integral (a funcionária atual trabalha somente no horário vespertino). Eliana dispôs-se a verificar a viabilidade de mudar o horário da funcionária e a previsão de concursos para a área de Fisioterapia. “Assim que tiver uma resposta, avisarei. Já a questão do gerontólogo é mais complicada, porque o profissional não consta do quadro de funcionários da Prefeitura”, explicou, adiantando que a questão será estudada.
O suporte para um acampamento de Escoteiros que ocorrerá na cidade em setembro, envolvendo cerca de 240 crianças de 7 a 10 anos, foi outra questão levantada durante o encontro. Angeli informou que os organizadores solicitaram uma ambulância no local durante o evento ou o contato direto com os serviços de saúde da cidade. A secretária garantiu o contato direto para qualquer eventualidade. A possibilidade de enviar uma ambulância não foi descartada, mas deverá ser confirmada às vésperas do evento.
Uma campanha que o vereador está desenvolvendo em parceria com a Prefeitura e o Rotary Club também foi objeto da discussão. “Vamos recolher tampas de garrafas e lacres de latinhas para adquirir cadeiras de rodas, fraldas geriátricas e leite”, explica o parlamentar. A secretária reafirmou o apoio, já estabelecido em encontros anteriores. Todas as unidades de saúde do Município serão pontos de arrecadação.
Duas situações envolvendo pacientes araraquarenses que se dirigiram ao gabinete do vereador também foram discutidas na reunião. Angeli apresentou à secretária uma solicitação de maior rapidez na realização de eletrocardiogramas, além do pedido de informações do pai de uma adolescente que sofre de anemia falciforme e não tem encontrado a medicação específica gratuita na farmácia de alto custo do Estado há três meses. Quanto ao exame, a secretária informou que haverá, em breve, um mutirão para eliminar a fila de espera na Upa da Vila Xavier. Em relação à medicação, explicou que o fornecimento é uma atribuição do Estado, e não do Município. “Têm ocorrido atrasos no fornecimento de medicamentos de alto custo. Estamos tentando resolver a situação”, esclareceu Eliana.
Por fim, Angeli colocou em pauta a criação de uma clínica especializada em Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) e outros transtornos, com serviços gratuitos à população. A proposta foi lançada pelo vereador no ano passado, juntamente com um grupo de pedagogos e psicólogos. “Estou buscando uma parceria com universidades para levar o projeto adiante, pois é uma ideia muito válida”, disse Eliana.
O parlamentar ficou satisfeito com a reunião. “Sabemos que a saúde é uma área delicada, que lida com assuntos complexos e tem uma demanda enorme, mas é importante trazermos as solicitações que recebemos, mantendo este diálogo fundamental com o Executivo”, declarou.

Comentários