Sobe para 43 o número de mortos em desabamento de ponte em Gênova




O número de mortos no desabamento de um viaduto na cidade italiana de Gênova subiu para 43 neste sábado (18), após a confirmação da morte de um dos feridos que estava internado em estado grave. Trata-se de Marian Rosca, um motorista romeno de 36 anos.
Além disso, os bombeiros localizaram restos mortais entre os blocos de cimento que podem pertencer ao último desaparecido, um italiano morador de Gênova. Um veículo com outras três pessoas, um casal e a filha de 9 anos, também foi encontrado pelas equipes de resgate.
Embora não exista confirmação oficial por parte da Delegação de Governo de Gênova, os dados de Proteção Civil indicam que não há mais pessoas entre os escombros. Um alemão que era dado como desaparecido entrou em contato neste sábado com as autoridades italianas.
Ao longo do dia foi realizado o funeral de Estado de todas as vítimas, oficiado pelo cardeal e arcebispo de Gênova, Ángelo Bagnasco. A cerimônia contou com a presença do presidente da República, Sergio Mattarella, e do primeiro-ministro, Giuseppe Conte.
(Com EFE)

Comentários