SSP oferece até R$ 50 mil por informações sobre PM desaparecida




A SSP (Secretaria de Segurança Pública) oferece até R$ 50 mil para quem passar informações que ajudem a encontrar a policial militar Juliane dos Santos Duarte, de 27 anos.
O desaparecimento de policial militar ocorreu em Paraisópolis, zona sul de São Paulo, após uma discussão no bar da comunidade, no dia 2 de agosto.
Segundo a polícia, o celular de um amigo teria sido furtado, Juliane, então, teria sacado a arma e se identificado como policial ordenando a devolução do aparelho. Ela teria desaparecido depois que homens entraram no bar e perguntaram quem era a policial que estava lá.
Saiba como denunciar
As denúncias podem ser feitas de três maneiras:
1 – Diretamente à polícia por e-mail, carta, telefone ou pessoalmente nas delegacias. Os dados do denunciante permanecerão em sigilo;
2 – Por meio do Disque Denúncia, pelo número 181. O sigilo do denunciante também será mantido;
3 – Pela Web Denúncia, serviço online que conta com dupla criptografia de dados para garantir o anonimato do denunciante. Ao final da denúncia, a pessoa receberá um número de protocolo e uma senha para acompanhar o andamento da denúncia. O saque total ou parcial da recompensa pode ser feito com um número de cartão bancário virtual em qualquer caixa do Banco do Brasil.
Das três maneiras as informações oferecidas passarão por análise do titular da SSP para que se comprove o grau de eficácia da denúncia. Os R$ 50 mil podem ser oferecidos a mais de uma denúncia.
Buscas
As investigações do caso estão com o DHPP (Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa) junto com os policiais do 89º DP (Portal Morumbi).
Investigadores e policiais militares do Choque, da Corregedoria e do 16º BPM (Batalhão da Polícia Militar) seguem as buscas pela comunidade de Paraisópolis.
*Estagiário do R7, com supervisão de Ingrid Alfaya

Comentários