BEBEZINHO DE 7 MESES MORRE ELETROCUTADO AO COLOCAR O FIO DO CARREGADOR NA BOCA





Aparelhos eletroeletrônicos não são seguros para as crianças e em alguns casos nem para pessoas adultas, que devem seguir as orientações contidas no formulário que acompanham o produto na embalagem.
Os pais que permitem que seus filhos brinquem com smatrphone e tablets, quando são ainda muito pequenos é preciso supervisionar estando sempre por perto para que estejam protegidos.
O perigo desses equipamentos não desperta muita atenção por não aparentar que possam ser algo tão mortal, só que depende das condições de saúde e idade. Nos bebês os riscos podem ser fatais pois as crianças são mais sensíveis do que os adultos, eles estão em fase de desenvolvimento e não suportam descarga elétrica, assim como determinados produtos que podem intoxicar entre tantos outros perigos para essa fase da vida.
Sempre que nos deparamos com notícias que envolve bebês é muito triste imaginar como uma mãe e pai lidam com a dor da perda de um filho. No caso do bebê de 7 meses, ele não teve chances, perdeu a vida eletrocutado.
O bebê morava em um bairro da zona sul de Teresina. Segundo informação do IML – Instituto de Medicina Legal, Heitor Lucca, nome do bebê falecido, a causa do óbito foi por descarga elétrica ao ter contato com a fiação.
No caso do bebê Heitor, aos 7 meses é comum estar explorando tudo o que vê, é nessa fase que eles levam tudo a boca de maneira instintiva.
Heitor colocou na boca a ponta do carregador do smartphone, sendo que o equipamento estava conectado a tomada e a ponta não estava no celular, estava solta. Foi nesse momento que o bebê recebeu a descarga elétrica e infelizmente não resistiu. A família sofre com essa perda de profunda dor da fatalidade.
Ao carregar o celular, retire o carregador da tomada, caso não tenha criança em casa um adulto também pode se ferir.

Fonte: 1NewsBrasil

Comentários