Assassino de Natasha se apresentou em Matão




O delegado Marlos Marcuzzo recebeu na Delegacia, Deybson dos Santos, de 20 anos, acusado de assassinar com dois tiros a ex-namorada, Natasha Rodrigues, de 14 anos. Ele estava acompanhado de um advogado.

Natasha morreu após ser baleada no pescoço e abdome por recusar o pedido de namoro de um rapaz com quem teria ‘ficado’. Os dois sempre iam à Igreja juntos.

O caso ocorreu em Bebedouro. Natasha Rodrigues estava internada na UTI da Santa Casa de Barretos e não resistiu aos ferimentos, vindo a falecer. Após ser confirmada a morte cerebral, seus órgãos foram liberados para doação.

A polícia tentou localizar o atirador, Deybson dos Santos, que fugiu após disparar contra a vítima. Neste fim de semana, ele se apresentou ao delegado Marlos Marcuzzo, na Delegacia de Matão, mas disse poucas coisas sobre o ato.

Segundo testemunhas, a adolescente chegou a ter um rápido relacionamento com o rapaz, que costumava frequentar uma igreja com ela. Depois disso, Santos teria passado a pressioná-la para que começassem a namorar.

Depois de ter sido ouvido, Deybson foi encaminhado à Cadeia Pública de Santa Ernestina. A escolha por Matão pode ter sido por causa de parentes na cidade. Em Bebedouro, uma passeata de protesto aconteceu, com cartazes pedindo justiça.


Fonte: Matão Urgente

Comentários