Homem diz que matou mãe e filha por ciúmes



O homem que matou a mulher e a enteada no Prolongamento do Jardim Medeiros diz que cometeu o crime por ciúmes, pois acreditava que ela estaria tendo um caso com outro homem.
Segundo informações obtidas pela reportagem, no domingo (3) Renato Barufa do Carmo, de 37 anos, teria discutido com Marisa e na terça-feira seguinte, por volta das 5h utilizou uma faca para atingi-la várias vezes e fez o mesmo com Larissa, sua enteada.
 Após o crime pegou a filha de 7 anos que tinha com Marisa e levou até a casa da mãe.
Renato continuou indo na casa para alimentar o cachorro e pegar roupas. Ele ainda sacou R$ 1 mil da conta bancária de Marisa.
Hoje ele foi até o imóvel acompanhado da mãe para pegar roupas das filhas, mas teria esquecido a chave. Depois disso deixou o local.
A mãe percebeu o forte cheiro vindo do imóvel e acionou a Polícia Militar que encontrou o corpo de Larissa no banheiro e de Marisa no quarto dos fundos.
Ao tomar conhecimento do autor do crime uma equipe da ROCAM saiu em patrulhamento e encontrou Renato no Jardim Gonzaga. Ele tentou fugir, mas acabou detido. Em seu poder havia três pedras de crack.
Renato foi conduzido até a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), onde foi indiciado pelo delegado Gilberto de Aquino pelo duplo homicídio qualificado e depois recolhido ao Centro de Triagem.

O crime chocou a cidade e causou comoção nas redes sociais, onde muitas pessoas postaram mensagens de pesar e despedida.

Fonte: São Carlos Agora


Comentários