‘Dengário’ do Cear tem horário estendido e passa a atender até as 20h











Polos de Atendimento a pacientes com dengue do Cear e da Rua 5, no Centro, agora funcionam no mesmo horário, diariamente

A Secretaria Municipal de Saúde ampliou, desde segunda-feira (8), o horário do Polo de Atendimento à Dengue (conhecido popularmente como ‘dengário’) localizado no Cear até as 20h.

Agora, a unidade funciona diariamente, inclusive finais de semana, das 7h às 20h, no mesmo horário do Polo de Atendimento da Rua Voluntários da Pátria, nº 2310, no Centro.

Segundo a secretária de Saúde, Eliana Honain, o objetivo é ‘desafogar’ o polo de atendimento do Centro, já que, como o polo do Cear estava fechado no final da tarde, um número grande de pessoas se dirigia ao polo da Rua 5.

“A gente expandiu o horário por causa da demanda que estava tendo após as 18h no outro polo, da Rua 5, além de facilitar para a população. Muita gente, às vezes, não está bem, sai do trabalho e pode ser atendido mais rapidamente, sem precisar se deslocar até o Centro”, afirma Eliana.

Postos de saúdeCom a população se dirigindo diretamente aos dois Polos de Atendimento, a Secretaria de Saúde também decidiu que quatro postos de saúde que estavam com horário estendido voltem a atender no período normal, ou seja, das 7h às 16h. São eles: CMS “Dr. Genaro Granata”, no Jardim Paulistano; CMS “Dr. Marcelo Edgar Druet”, no Jardim América; CMS “Enfermeira Kimiko Yuta”, no Jardim Iguatemi; e CMS “Dr. Ruy de Toledo”, no Jardim Roberto Selmi Dei I.

“A demanda estava muito pequena naquelas unidades. A gente estava mantendo uma estrutura relativamente cara para uma demanda pequena. As pessoas estavam procurando mais os nossos Polos de Atendimento. Preferimos expandir o atendimento nos polos e voltar as unidades ao horário normal. A qualidade da assistência nos polos é muito boa pela agilidade, pelos resultados dos exames saírem na hora”, explica a secretária.

MutirõesEliana também informa que os mutirões para recolhimento de materiais inservíveis, que podem se tornar criadouros do mosquito da dengue, já concluiu todos os bairros de Araraquara e irá nos próximos dias para a zona rural de Araraquara.

Além disso, a Vigilância Epidemiológica utilizará um novo modelo de combate à dengue, a varredura. Agentes e apoiadores contratados por processo seletivo irão fiscalizar as residências para a eliminação de criadouros e, em seguida, o veículo do ‘fumacê’ passará pela rua. Esse trabalho deve começar no dia 22, na região da Vila Xavier.

“Vamos fazer uma varredura, ou seja, as pessoas não irão colocar os materiais para fora, mas nós vamos entrar nas residências, retirar os criadouros e depois aplicar o ‘fumacê’. Essa é a nossa nova estratégia. Vamos trabalhar de uma outra maneira”, afirma Eliana.

Segundo o último balanço da Vigilância, divulgado na segunda (8), Araraquara possui 6.477 casos confirmados de dengue neste ano. O crescimento em relação à semana passada se deu porque houve uma força tarefa nos últimos dias para agilizar a contagem das fichas de pacientes suspeitos que aguardavam conclusão.

Comentários