GESTANTE ERA MANTIDA EM CÁRCERE PRIVADO EM ARARAQUARA






No último domingo (14), uma gestante de 32 anos procurou ajuda na UPA da Vila Xavier relatando que era mantida em cárcere privado.

A mulher relatou que estava sendo espancada diariamente pelo companheiro, e que ela teria conseguido fugir. Ela reclamava de fortes dores abdominais.

O médico fez avaliação na mulher e posteriormente encaminhou até a Gota de Leite, onde a Polícia Militar foi acionada  e registrou a ocorrência, mas mesmo diante da situação ela negou-se a representar criminalmente contra o companheiro.





Comentários

  1. Polícia Militar foi acionada e registrou a ocorrência, mas mesmo diante da situação ela negou-se a representar criminalmente contra o companheiro. PARABÉNS!!!

    ResponderExcluir
  2. então volta para o carcere e continua apanhando, fazer o que né? nem pra pensar no prejuizo emocional e de saude do filho que espera?

    ResponderExcluir

  3. Como pode meu Deus.
    Envez de Pensar Nessa Criança que está na barriga .
    Volt pra mesma situacao .
    Misericórdia eh lamentável

    ResponderExcluir

Postar um comentário