MULHER VAI PRESA AO ENFIAR CELULAR NA VAGINA PARA ENTRAR EM PRESIDIO















Três mulheres foram detidas sábado, 6, durante o procedimento de revista, na penitenciária ‘João Batista de Arruda Sampaio’, Itirapina II. O primeiro flagrante ocorreu às 8h, quando a primeira suspeita passou pelo procedimento de revista e agentes encontraram no fundo da sacola que ela pretendia entregar ao seu companheiro, um chip de telefonia celular.
Em seguida, por volta das 8h40, agentes impediram outra mulher de ter acesso ao interior da unidade prisional. O motivo foi que no momento em que ela passou pelo body scanner, as imagens mostraram alteração na região pélvica da suspeita, que ao ser questionada, confessou que havia colocado um aparelho celular na vagina.
Dez minutos após o segundo flagrante, uma visitante de 25 anos foi surpreendida, também, com um aparelho celular na vagina.


As visitantes foram encaminhadas ao plantão policial, onde foram elaborados boletins de ocorrências. Elas foram liberadas, mas tiveram os nomes suspensos do rol de visitas da P II, como medida de segurança da A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP). Os presos que receberiam as visitas foram isolados, preventivamente para procedimento disciplinar.

Comentários