PT EMITE NOTA SOBRE O TONINHO DO MEL, E TOMARÁ PROVIDÊNCIAS CONTRA A DIFAMAÇÃO.














Nota do Partido dos Trabalhadores de Araraquara em defesa do Vereador Toninho do Mel.
O Partido dos Trabalhadores de Araraquara vê com profundo lamento e também estranheza os ataques realizados ao Vereador Toninho do Mel. Com um profundo preconceito de classe, circulam charges e vídeos encomendados que tentam desmoralizar sua atuação política por conta de sua escolaridade e expressão oral. Toninho foi o segundo vereador mais votado, o que demonstra um intenso vínculo social. 1894 cidadãos araraquarenses o colocaram na Câmara como legítimo representante e, pela lógica da democracia participativa, não foi por acaso. Toninho foi eleito justamente por suas origens sociais e por ser espelho do povo deste país: um povo sofrido, que luta diariamente por oportunidades. Foi este povo que concedeu a oportunidade de representação ao vereador e que dialoga com ele nas periferias da cidade constantemente. Do outro lado, uma elite estupefata assiste o fenômeno e se presta, agora, a gastar rios de dinheiro com produções de vídeo para desqualifica-lo. O fato é vergonhoso e apenas desgasta a nossa democracia.
Ao ofender Toninho, o grupo político que não o quer na Câmara, ofende também toda população que possui baixa escolaridade e não completou a Educação Básica, situação de 40% da população Brasileira. Em 2015, junto com Toninho do Mel, havia quase 3,5 milhões de brasileiros matriculados na Educação de Jovens e Adultos. São milhões de brasileiros que buscam oportunidades de se inserir na sociedade através de políticas educacionais e que acreditam que o Brasil está pronto pra recebê-los. Quando um grupo político despreza a atividade política de Toninho usando sua linguagem como argumento, despreza todos estes milhares de brasileiros.
O grupo que o persegue pode até possuir alto nível de letramento, mas pouco entendeu sobre democracia e a complexidade do ser humano. Pouco entendeu, inclusive, de linguística, ciência que possui a teoria do “Preconceito Linguístico” como uma das mais fundamentais. Do que vale a norma culta, se a população se comunica e se entende de outra maneira? Talvez seja isso que mais incomode. À sua maneira, Toninho se comunica como ninguém. Fala a língua do trabalhador e da trabalhadora. Um vereador que é o espelho do povo incomoda quem quer o povo longe dos espaços de poder.
O PT existe para que a representação do povo trabalhador seja garantida. Consideramos a eleição de Toninho um orgulho para as nossas bases e nossa história. Um trabalhador negro de 45 anos, de origem humilde, que conquistou a confiança do povo de Araraquara, é uma grande vitória da democracia.
O ódio por Toninho não é uma expressão autêntica social, é um ataque forjado por grupos políticos de elite que não querem ver o pobre ocupar o lugar que é seu por direito. O Partido dos Trabalhadores repudia tais perseguições e declara nesta nota que irá tomar todas as providências judiciais cabíveis. Não aceitaremos o preconceito em forma de debate político. E acreditamos que até mesmo nossos adversários podem ser melhores que isso. Vamos ao debate de ideias e projetos, sem apelar pra mediocridade de ataques pessoais que não interferem na coisa pública, este é o nível de democracia que Araraquara merece.
Secretaria de Comunicação do Partido dos Trabalhadores - Araraquara
12/04/2019

Comentários