Suzane von Richthofen deixa prisão em saída de Dia das Mães











Suzane von Richthofen deixou a prisão no início da manhã desta quarta-feira (8) para passar o Dia das Mães em liberdade. De acordo com o portal G1, ela deve retornar no dia 14 de maio à penitenciária feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, São Paulo.
Esta é a primeira vez que Suzane deixa a prisão neste ano. A detenta, condenada a 39 anos de prisão por matar os pais, chegou a ser punida com a perda de três saídas temporárias após ter sido flagrada em uma festa em Taubaté no feriado de fim de ano, mas a Justiça cancelou o "castigo" por considerar que ela não havia infringido a regra.

Previstos nos artigos 122 a 125 da Lei de Execução Penal, o benefício pode ser concedido aos presos que, além de estarem sob o regime semiaberto, já cumpriram pelo menos um sexto da pena – ou um quarto, em caso de reincidentes –, e atestarem bom comportamento no presídio. No semiaberto desde 2015, Suzane já cumpriu mais de 15 anos de prisão.
Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada Isabela Nardoni, também deixou o presídio nesta quarta. Ela e o marido, Alexandre Nardoni, que também está preso em Tremembé, pediram a redução da pena ao Supremo Tribunal Federal (STF).
Ele foi condenado a 30 anos e dois meses de prisão enquanto a madrasta da menina teve como pena 26 anos e oito meses de cadeia. Ambos aguardam análise do pedido.


Comentários