WhatsApp tem falha de segurança grave e todos devem atualizar o aplicativo







A companhia americana WhatsApp, do Facebook, pediu para seus usuários atualizarem seu aplicativo de mensagens, após a descoberta de uma falha de segurança que permitiu a instalação de um spyware em celulares.

A vulnerabilidade – informada primeiro pelo Financial Times, e reparada na última atualização do WhatsApp – permitiu aos hackers inserir um programa malicioso nos telefones, mediante chamada telefônica aos aparelhos em questão através do aplicativo, que é utilizando por cerca de 1,5 bilhão de pessoas.
Em comunicado enviado à AFP, o WhatsApp pediu para usuários “baixar a última versão de nosso aplicativo, e atualizar o sistema operacional de seu telefone” para eliminar o defeito, que permitiu ter acesso a contatos, mensagens e fotos.
Os hackers também conseguiram ativar microfone e câmera para escutar e ver o ambiente dos donos desses aparelhos Apple ou Android (Google), sem que os proprietários se dessem conta.
O spyware lembra o vírus Pegasus, desenvolvido por uma empresa obscura com sede em Israel chamada NSO Group, explicou à AFP Joseph Hall, especialista da ONG Center for Democracy and Technology – especializada na questão de direitos na internet.
O NSO Group tem uma reputação duvidosa e é acusada de ajudar governos do Oriente Médio e até o México a espionar ativistas e jornalistas.
O Pegasus oferece aos seus clientes acesso a vários recursos de dispositivos hackeados.
O programa de espionagem “poderia ter chegado às mãos de alguém” fora dos canais legítimos, para fins maliciosos, disse Hall.

Fonte: Istoé

Comentários