AINDA FALTAM PARTES DO CORPO DA ADOLESCENTE ASSASSINADA BRUTALMENTE.





A Polícia Civil de Araraquara ainda não finalizou as buscas de partes do corpo da adolescente Yasmin da Silva Nery de 16 anos, pois o acusado confessou e levou os policiais até os lugares onde ele teria jogado, porém no último local mencionado pelo acusado o restante do corpo não foi encontrado.


As partes localizadas foram encaminhadas ao IML, porém o corpo só vai ser liberado para velório e sepultamento quando todas as partes forem localizadas. A polícia continuará as buscas no último local indicado pelo acusado que é a região do Quitadinha no início da manhã de terça-feira.












ENTENDA O CRIME.


Na tarde desta segunda-feira (10), policiais conseguiram confirmar a morte da jovem que estava desaparecida desde do último domingo. Yasmin da Silva Nery, de 16 anos foi encontrada morta, e o acusado distribuiu o corpo em três lugares diferentes após esquartejar.

A adolescente era moradora do Selmi Dei, e saiu da sua casa na tarde de domingo (09), e teria relatado aos pais que iria ao SESC com um amigo, mas não retornou. Passando algumas horas, a família descobriu que a adolescente teria ido conhecer um adolescente que tinha conhecido na internet, e após os familiares notificarem a polícia começou uma grande investigação.

'Hugo' teria matado a adolescente dentro de sua casa localizada na Avenida Carlos Francisco Martins, no Hortênsias. O acusado relatou que enforcou a adolescente, e posteriormente esquartejou seu corpo.

Partes do corpo foram encontradas dentro de um carrinho de lanches no quintal da casa, e uma  outra parte foi jogada em uma lagoa próximo da casa do jovem, e não satisfeito ele ainda levou pedaços do corpo no cruzamento da rua Samuel Brasil Bueno, no Quitandinha.

O acusado confessou aos policiais que usou sacolas plásticas para levar pedaços do corpo da adolescente.

Comentários