Férias de alunos da rede estadual de SP começam nesta sexta-feira









A partir desta sexta-feira (28), 3,5 milhões de estudantes matriculados nas escolas estaduais das 91 Diretorias de Ensino do Estado de São Paulo entram em período de férias. Seguindo o calendário, publicado no Diário Oficial, a data é a mesma para as mais de 5 mil unidades vinculadas à Secretaria Estadual de Educação.
Para o segundo semestre, as aulas começam dia 31 de julho, de acordo com resolução da Secretaria. O cronograma garante o cumprimento dos 200 dias letivos, previstos na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), mas cada escola pode organizar, de forma autônoma, o próprio calendário pedagógico e de atividades.
Matrículas e transferências
Ao longo de julho, as escolas recebem matrículas de novos alunos interessados em ingressar na rede estadual. Para fazer o cadastro basta se dirigir à unidade de ensino mais próxima e preencher o formulário. É indicada a apresentação de documento de identidade (certidão de nascimento e RG) e comprovante de residência. No caso de alunos com menos de 18 anos, o cadastro deve ser feito por pais ou responsáveis.
Novo calendário para 2020
A partir de 2020, as escolas estaduais de São Paulo terão um novo calendário escolar. Haverá a introdução de recessos de uma semana ao final do primeiro bimestre, no mês de abril, e do terceiro bimestre, em outubro. Assim, alunos e professores terão pausas ao término de todos os bimestres – ao final do segundo e do quarto bimestres, as férias estão mantidas.
O objetivo é organizar o calendário e o planejamento das atividades pedagógicas, além de garantir que docentes que atuam nas redes estadual e municipais consigam conciliar os períodos de recesso escolar e férias.

O próximo ano letivo começa no dia 3 de fevereiro, com encerramento previsto para 22 de dezembro.


Comentários