Montagem final de aviões da Embraer sai de São José dos Campos e vai para Gavião Peixoto















A Embraer vai transferir para Gavião Peixoto a montagem final de jatos executivos que hoje é feita em São José dos Campos, unidade utilizada pela aviação comercial, que será comprada pela Boeing.

Aviões como o Legacy 450 e 500 e o Praetor 500 e 600, hoje finalizados em São José, passarão a ser montados em Gavião Peixoto, unidade que já produz o Super Tucano e o cargueiro KC-390.

Outra parte da produção das aeronaves executivas da Embraer será mantida em Melbourne, na Flórida, nos EUA.

Batizada de Boeing Brasil – Commercial, a joint venture entre a Embraer e a Boeing assumirá a unidade produtiva de São José, mantendo a produção dos jatos comerciais.

Os demais setores serão separados.

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, 400 trabalhadores atuam na montagem final da aviação executiva na cidade. O destino deles ainda é incerto.

“Desses 400, apenas 120 aceitaram ser transferidos. O destino mais provável para os demais é a demissão”, disse o diretor Herbert Claros.

Em nota, a Embraer confirmou a transferência da linha de montagem final da aviação executiva. Sobre os trabalhadores, disse que “o processo ainda está em andamento e será oferecido aos trabalhadores a opção de mobilidade”.



Fonte:spriomais

Comentários