Apicultores brasileiros reportam meio bilhão de abelhas mortas em 3 meses












As abelhas já foram consideradas os seres vivos mais importantes do mundo e sua extinção pode até mesmo acabar com a humanidade. Porém, apicultores brasileiros reportaram a morte de meio bilhão de abelhas apenas nos três últimos meses. Cientistas acreditam que os agrotóxicos possam estar entre as principais causas de mortedestes animais.
O levantamento da Agência Pública e Repórter Brasil levou em conta quatro estados brasileiros. O maior número de mortes ocorreu no Rio Grande do Sul, onde a população de abelhas teve uma queda de 400 milhões. Em Santa Catarina, as perdas registradas foram de 50 milhões de abelhas, contra 45 milhões no Mato Grosso do Sul e 7 milhões em São Paulo.
Foto: Agência Pública
Os números levam em conta estimativas de associações de apicultura, secretarias de agricultura e pesquisas feitas por universidades. Segundo os estudos analisados pela reportagem, 80% dos enxames gaúchos apresentavam mortes decorrentes do uso de Fipronil, um agrotóxico usado inclusive em coleiras antipulgas para animais domésticos e que já foi proibido na União Europeia há mais de uma década. Exames similares aplicados em São Paulo indicam que 67% das abelhas estavam contaminadas com pesticidas.

Os números levam em conta estimativas de associações de apicultura, secretarias de agricultura e pesquisas feitas por universidades. Segundo os estudos analisados pela reportagem, 80% dos enxames gaúchos apresentavam mortes decorrentes do uso de Fipronil, um agrotóxico usado inclusive em coleiras antipulgas para animais domésticos e que já foi proibido na União Europeia há mais de uma década. Exames similares aplicados em São Paulo indicam que 67% das abelhas estavam contaminadas com pesticidas.

A cidade gaúcha de Cruz Alta foi uma das mais afetadas, tendo registrado a morte de 20% das colmeias. A reportagem indica que as abelhas de pelo menos 10 estados brasileiros foram atingidas desde 2005. O uso de pesticidas pode alcançar um raio de 3 a 5 km das lavouras, afetando todos os insetos do entorno, inclusive as abelhas.


Fonte:hypeness

Comentários