Doria quer que família de aluno pague depredação em escola











.

O governador do estado de São Paulo, João Dória (PSDB), anunciou na ultima sexta-feira (5) um programa com o objetivo de reforçar a segurança nas escolas estaduais e prevê a contratação de policiais militares fora de serviço para fazer ronda escolar, além de policiais da reserva para atuar em palestras nas unidades de ensino. Ainda não há data para o programa ser implantado.
O secretário da Educação Rossieli Soares afirmou que os policias da reserva vão atuar dentro das escolas. “O governador nos deu 60 dias para que nós fechássemos o planejamento do estudo de viabilidade. Não é um policiamento em si, são funções administrativas. Tem uma série de ajustes legais que precisam ser feitos.”
Além do programa, Dória também pretende enviar um projeto de lei para a Assembleia Legislativa com medidas disciplinares para responsabilizar os alunos por atos violentos ou de vandalismo. “Depredou, vai pagar. E se não pagar, vai responder judicialmente”, afirmou o governador em coletiva de imprensa.
Dória disse que planeja contratar 622 policiais de folga com o objetivo de reforçar a segurança em 216 escolas com alto índice de vulnerabilidade. Os policiais também devem monitorar o sistema de câmeras das instituições.


Comentários