Morre Gilberto Chierece desenvolvedor da chamada pílula do câncer











Morreu nesta sexta, 19, o professor doutor Gilberto Orivaldo Chierece, um homem que ficou conhecido nacionalmente pela pesquisa realizada com a fosfoetanolamina, batizada pela imprensa como a pílula do câncer. O professor tinha 76 anos.
Segundo a reportagem apurou, o professor Chierece estava internado em São José do Rio Preto há algum tempo, mas infelizmente foi a óbito nesta sexta.

Não temos ainda informações sobre o velório e sepultamento desse importante pesquisador de São Carlos, mas assim que soubermos atualizaremos a nota.
Breve currículo
O professor Gilberto Chierece possuía graduação em Bacharelado e Licenciatura em Química pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Araraquara (1969), mestrado em Química (Físico-Química) pela Universidade de São Paulo (1973) e doutorado em Química (Química Analítica) [Sp-Capital] pela Universidade de São Paulo (1979).
Ele foi professor titular-ms-6-RDIDP da Universidade de São Paulo e tinha experiência na área de Química, com ênfase em Equilíbrio Químico, atuando principalmente nos seguintes temas: resina de mamona, óleo essencial, óleo essencial, thermal decomposition e resinas poliuretanas. (Fonte: Currículo Lattes)
Abaixo reproduzimos uma entrevista do professor Gilberto Chierece onde ela fala da fosfoetanolamina:


Fonte: São Carlos em Rede

Comentários