Advogada economiza até R$ 1 mil por mês com cupons de desconto











A advogada Alessandra Mota, de 44 anos, afirma que economiza entre R$ 900 e R$ 1.000 por mês utilizando cupons de desconto. Devido às promoções, gasta menos para almoçar perto do trabalho, para comprar remédios, ir de São Paulo para o Rio de Janeiro, sua terra natal, de ônibus e para fazer as unhas semanalmente. 
Mota começou a usar o aplicativo Cuponeria há quatro meses e, desde então, checa as melhores promoções disponíveis praticamente todos os dias. A advogada conheceu o sistema por meio de uma amiga e agora espalha a ideia dos cupons aos colegas de trabalho.

“Eu tive [receio de usar os cupons], mas já tinha colegas usando. Essa amiga postou em um grupo e falou que era tranquilo”, afirma Mota. A porta-voz da Cuponeria Nara Iachan diz que a empresa foi criada em 2010 e, de lá para cá, vem quebrando um paradigma.
“A gente via muita resistência [no começo], por causa da desconfiança. Muita gente não acreditava no desconto. Fomos mostrando que os descontos eram reais. Quando pega um cinema dois por um, por exemplo, o cliente realmente vê que está ganhando um ingresso”, explica. Hoje, a maior parte dos usuários do sistema são jovens e pessoas antenadas que gostam de acompanhar as novidades. 
A empresa possui mais de 5 milhões de usuários cadastrados e distribui cerca de 1 milhão de cupons por mês. Em 2018, a economia gerada pelos cupons foi de R$ 70 milhões.
A diretora da Cuponation, Fernanda Antunes, empresa que também atua no setor, afirma que havia mais resistência aos cupons anteriormente e que a primeira compra com os descontos pode gerar desconfiança. “O que eu percebo é que muita gente nem sabe que os cupons existem. Muitas vezes elas veem pelos carinhos das lojas [que deixam a opção de inserir cupons de desconto]”. Só então vão buscar cupons para preencher aqueles espaços. 
Para ela, “antigamente o brasileiro estava acostumado a achar que o desconto estava atrelado a produto com defeito ou que você não estava precisando na hora”, diz exemplificando com as liquidações de roupas de inverno que aconteciam ao final da estação, por exemplo. Hoje, os cupons são vistos como forma de estimular a economia.
Na Cuponation, o público que usa os cupons de desconto é variado, abrangendo pessoas de todas as idades. “O cupom é bem democrático”, diz Antunes. A Cuponation, juntamente com outros dois sites de cupons da companhia, conta com 3 milhões de usuários por mês.
Os descontos preferidos dos consumidores da plataforma são os de eletrodomésticos e eletrônicos, principalmente celulares. Outra categoria com bastante usada é a de delivery de comida e aplicativos de transporte.
Nara afirma que os usuários ativos da Cuponeria aproveitam os descontos de todos os setores disponíveis, que incluem locais como bares, cinemas, teatros, salões de beleza, mercados e restaurantes. “É uma prática tanto de dia a dia como de final de semana”, diz.
Como usar os cupons
No caso da Cuponeria, o usuário precisa se cadastrar no site. Em seguida, basta pesquisar os descontos disponíveis e, quando encontrar um interessante, apertar em "pegar cupom". 
O passo seguinte é ir até o estabelecimento e apresentar o cupom de desconto ou utilizar o desconto no site — varia de acordo com a oferta.
Já a Cuponation oferece cupons apenas para compras online. O cadastro no site não é obrigatório. O usuário pode acessar o site sempre que quiser e escolher os cupons de maior interesse. 
Depois disso, basta colocar o código para o desconto ao finalizar a compra no domínio online do estabelecimento. 




Fonte: R7

Comentários