ALUNO QUE AMEAÇOU FAZER MASSACRE NO EEBA É TRANSFERIDO PARA OUTRA ESCOLA.




O aluno que ameaçou a escola ter sofrer um massacre foi denunciado pelos seus próprios colegas, e o ''engraçadinho'' foi identificado. O aluno em questão havia chamado um de seus colegas para participar da brincadeira, para que não houvesse aula no dia seguinte.

O menor que foi acusado da pichação, teve sua transferência compulsória dada após uma reunião com o conselho de escola. Os pais também devem responder judicialmente sobre a conduta do menor.



ENTENDA O OCORRIDO.




O banheiro masculino da escola Estadual Bento de Abreu, localizada na região Central, em Araraquara, apareceu com pichações com ameaças de suposto massacre marcado para próxima terça-feira (12).
As mensagens fazem alusão a algum aluno que vem sofrendo algum bullying na escola, ou algum aluno fez a pichação para amedrontar os colegas.
O autor das pichações ainda não foi identificado, mas as mensagens deixaram pais e responsáveis em alerta. A mãe de um aluno relatou para a reportagem que a vice diretora teria fechado o banheiro, e teria informado aos alunos que iria pedir para o pessoal da limpeza limpar a pichação da parede.
A pichação deixa a seguinte frase: ''Se não quiser morrer, falte amanhã. Amanhã irei me vingar  de todos que me fizeram mal (12/11/2019).'' 
A reportagem tentou contato com a direção da escola por várias vezes, mas o telefone da unidade escolar só chama. 

Comentários