Empresário é sequestrado em SP e faz R$ 150 mil em transferências



Um empresário foi libertado após ser sequestrado e mantido em cativeiro por mais de 24 horas na favela São Remo, na região do Butantã, zona oeste de São Paulo, por volta de 18h deste domingo (28). Durante o tempo em que esteve com os criminosos, ele foi obrigado a transferir aproximadamente R$ 150 mil para as contas dos suspeitos.

A vítima, de 46 anos, caiu no golpe do falso encontro marcado por um aplicativo de namoro. O homem chegou em sua motocicleta à rua Kyokushi Noda, na Vila Universitária, zona oeste da capital paulista, e mandou uma mensagem para a suposta mulher com quem conversava pela plataforma.

Instantes depois, quatro suspeitos chegaram em um Peugeot preto e renderam o homem. Ele foi colocado no carro e encapuzado, para não reconhecer o lugar para onde era encaminhado. A moto também foi levada pelos criminosos.

Enquanto esteve sob o poder dos bandidos, o homem foi agredido com chutes, socos e coronhadas, além de ser obrigado a fazer transferências bancárias por meio de Pix, que chegam a R$ 150 mil.

Segundo informações da Polícia Militar, após uma denúncia anônima, equipes da Força Tática do 23º Batalhão se deslocaram para a região e, ao chegarem em uma viela da comunidade, flagraram os suspeitos correndo e dispensando a arma. Eles conseguiram fugir pulando o telhado das residências.

Os policiais então localizaram o imóvel utilizado como cativeiro e libertaram a vítima, que já estava há mais de 24 horas em poder dos criminosos.

Foram feitas buscas pela região, mas até o momento nenhum dos suspeitos foi localizado. O caso foi registrado no 91° Distrito Policial, na Vila Leopoldina.

Fonte:R7